Arquiteta Imóveis

Arquiteta Imóveis

Informações sobre construção para uma compra segura de imóveis

Informações sobre construção para uma compra segura de imóveis

“Estaladores de Elétrica” – o perigo!

12/06/2014

Instalação elétrica não é brincadeira muito menos assunto para curiosos a quem costumo chamar de “estalador de elétrica”. Jamais utilize serviços desse profissional e saiba como pode ser um perigo real para a sua instalação elétrica. Imagine a seguinte cena: Você está tomando um banho bem quentinho quando o disjuntor do chuveiro desarma. Justamente no momento em que, toda ensaboada, começava a retirar a espuma do sabão. O jeito é gritar para alguém ver o que está acontecendo ou sair enrolada na toalha assim mesmo do chuveiro. Procura a causa da falta de energia até perceber que era o disjuntor. Rearma o “bicho” e volta para acabar o banho. Depois de vários banhos interrompidos durante a semana, pois o disjuntor insiste em desarmar, você resolve chamar o porteiro que entende de obra para consertar o chuveiro. Afinal é ele que resolve os pequenos problemas no prédio. O sujeito chega e começa a examinar o caso. Após alguns minutos de investigação dá o parecer com ares de professor no assunto: “O problema é que o disjuntor é muito fraco e por isso está desarmando toda hora. O melhor é trocar por outro mais forte para não desarmar mais.” E assim é feito com a concordância do morador. Afinal tem lógica, um disjuntor mais forte deve ser melhor mesmo. E de fato, o chuveiro não desarma mais e o banho pode ser demorado agora. Aí você pensa: Este cara é bom mesmo e resolveu rapidinho o problema. Aposto que você já viu esse filme ou sabe de alguém que passou por isso.

Mas é justamente nesse momento, aparentemente inocente, que a sua casa começa a correr  sérios riscos de produzir um curto circuito e até de pegar fogo. SIM, PEGAR FOGO! E não necessita que o chuveiro esteja ligado para produzir esse estrago. Mas como?

Caso o disjuntor comece a desarmar com frequência, significa que está protegendo o circuito e funcionando bem. O que pode estar provocando isso é um aquecimento exagerado na fiação do chuveiro e o disjuntor desarma para evitar superaquecimento.

É importante saber que um projeto elétrico de um imóvel é dimensionado de acordo com a potência de carga que irá suportar em cada ponto de consumo. Assim, o disjuntor de proteção é calculado em função dessa potência e do diâmetro da fiação. Só podem ser substituídos por outros iguais e com a mesma capacidade. No caso do chuveiro ou qualquer outro circuito, a troca do disjuntor por um mais forte permitirá a passagem de uma “energia” mais alta que a prevista no projeto. Com o uso do chuveiro a fiação começa a esquentar demais pois não estava preparada para receber uma carga maior. Nesse aquecimento, a proteção plástica dos fios começam a degradar até um ponto que pode derreter. Quando os fios de cobre, desprovidos da proteção plástica que os isolava, se encostam o resultado é o curto circuito. E muitas vezes o fogo. O procedimento correto nesse caso, seria substituir a fiação por outra com bitola maior e jamis o disjuntor.

Assim, não permita que pessoas sem a devida qualificação técnica comprovada troque componentes no quadro elétrico de sua residência. O resultado pode ser um incêndio! A esses profissionais são os estaladores de elétrica pois o que fazem é estalar, pipocar e danificar a sua instalação! Se o artigo foi útil, dê uma curtida ou se restou alguma dúvida, pergunte.

Número de comentários: 6

  • Kátia Disse:

    Estava tomando banho e meu disjuntor pegou fogo e depois disso s tomadas da casa estão sem energia, será que queimou meus equipamentos elétricos?

    • Arquiteta Imóveis Disse:

      Quando a instalação elétrica pega fogo é provável que os fios de fase e neutro tenham encostado ou que o disjuntor permitiu essa passagem colocando a instalação em curto. Existe sim chance de seus equipamentos terem sido danificados pois houve uma sobrecarga. Recomendo que faça uma revisão geral na sua instalação principalmente nas emendas e circuitos. Se a fiação for muito antiga considere a troca pois a proteção plástica pode estar danificada. Revisar uma instalação é mais barato que substituir os equipamentos. Mas chame um profissional qualificado para esse serviço que é bastante delicado e fique feliz que o fogo foi somente no disjuntor pois poderia ter sido na casa toda. Veja um artigo que escrevi sobre isso e que aconteceu com um conhecido meu.

  • Diene Disse:

    A caixa de luz na minha casa fica na cozinha, vive pipocando os fios depois k cortaram a luz da casa da minha sogra ela ligou a luz dela na minha caixa de luz, sendo k minha luz já é dividida com a casa do meu cunhado, será k é isso k ta fazendo meus fios pipocarem? Qual risco estamos correndo, nem ti dormindo a noite com medo pois tenho um bebê em casa.

    • Arquiteta Imóveis Disse:

      Com certeza existe uma sobrecarga nos fios de sua casa. Seu quadro estava dimensionado para aguentar a sua casa e agora precisa atender a mais duas residências. Saiba que o disjuntor existe para proteger o fio para que não esquente além do permitido. Por esse motivo jamais troque o disjuntor por outro mais forte pois o fio poderá esquentar demais, derreter e pegar fogo. Esse termo utilizado, pipocando, pode ser exatamente isso. Os fios perdem o plástico porque esquentaram demais e começam a encostar uns nos outros fazendo esses barulhos. Você está certa em se preocupar e deveria chamar alguém para fazer uma revisão no quadro com urgência. Mas tenha o cuidado de não contratar curiosos.

  • rosangela Disse:

    P da um incendio p acaso tem q chega ate a fiacao em cima da casa?

    • Arquiteta Imóveis Disse:

      Não entendi sua dúvida. Mas um incêndio que começa na fiação elétrica pode se expandir por todo o imóvel sim, seja através dos fios e cabos ou através dos materiais combustíveis que existem nas casas como cortinas, sofás, madeira. Atenção pois fogo na instalação elétrica não pode ser apagado com água. Existem extintores específicos que forma uma espuma e apaga o fogo.

Deixe seu comentário.

*

*

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *